Pesquisar este blog

quarta-feira, agosto 23, 2017

5 Dicas de atividades que estimulam a inclusão das pessoas com deficiência na escola

Com o objetivo de informar a população sobre as necessidades específicas das pessoas com deficiência e desconstruir preconceitos, comemora-se a “Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla” de 21 até o dia 28 de agosto. Instituída em 1964, a Semana é um momento não apenas para refletir sobre a participação, mas também para entender e aceitar a diversidade da sociedade como um caminho para nossa evolução como seres humanos.

As necessidades sociais, educacionais e psicológicas das crianças e jovens com deficiência são praticamente idênticas às das outras crianças e, com exceção das deficiências mais graves, podem ser satisfeitas sem cuidados especiais. Por isso, é bom que a criança estude em escolas regulares e que participe, conforme suas capacidades, das brincadeiras e atividades da escola, aprendendo assim a se relacionar socialmente, aceitando e convivendo com seus limites.

A integração e a inclusão escolar são imprescindíveis para desenvolver seu potencial e exercer seus direitos de cidadão. É evidente que a deficiência impõe cuidados e providências específicas, e que as necessidades psicológicas têm algumas particularidades. Desta forma, o Blog educação selecionou algumas atividades que estimulam a inclusão das pessoas com deficiência na escola. Confira:

Dinâmicas

Quando um aluno com necessidades educacional for integrado em uma escola regular, sugerimos que além das orientações gerais oferecidas pela professora da classe, a mesma possa desenvolver com o grupo algumas dinâmicas, elas facilitem a integração do aluno com necessidades educacionais especializadas.

Jogos

Utilizar jogos, não como instrumento recreativos na aprendizagem, mas como facilitadores, colaborando para trabalhar os bloqueios que os alunos apresentam em relação a alguns conteúdos matemáticos. Como por exemplo, o dominó.

Comunicação por figuras

O Sistema de Comunicação por Figuras – PECS (Pecs- Picture Exchange Communication System), é um método de comunicação mais utilizado com autistas, desde os primeiros anos de vida. Muito popular seu uso em escolas (classes especiais), terapias e em casa. Os PECS são extremamente importantes para os autistas não verbais.

Teatro

Através do teatro não verbal, o aluno irá utilizar o corpo e gestos para transmitir uma mensagem. Outra metodologia é o teatro de vara ou hastes, usado para ampliar vinculo afetivo, descobrindo seu corpo e potencialidades, limites e fortalecendo sua autoestima na relação social ampla. Outra possibilidade é utilizar fantoches, seu potencial mágico ajuda a promover o desenvolvimento integral dos alunos, como convite a contar histórias.

Atividades coordenação motora

Os professores de educação física podem inventar, criar e imaginar atividades esportivas para trabalhar o planejamento motor, coordenação motora e equilíbrio. Atividades baseadas em modalidades olímpicas podem ser bastante divertidas.

Educação Inclusiva

Em Minas Gerais, a rede estadual de ensino, de acordo com dados do Sistema Mineiro de Administração Escolar (Simade), conta com 43.002 alunos matriculados com algum tipo de deficiência – seja física, auditiva, visual ou intelectual -, transtornos globais de desenvolvimento e altas habilidade/superdotação. Desse total, 40.439 são estudantes incluídos em 3.245 escolas regulares; e 2.563 são alunos matriculados em escolas especiais exclusivas (26 unidades).

A Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE) trabalha em toda a sua rede para que a oferta do ensino seja universal e de maneira inclusiva. Para garantir todo o suporte ao estudante com deficiência, as escolas oferecem o Atendimento Educacional Especializado, que tem por objetivo levar aos alunos com deficiências, transtornos globais do desenvolvimento e superdotação/altas habilidades o atendimento especializado que lhes possibilite a participação plena na escola. Esse atendimento, em caráter complementar e de apoio, permite ao aluno um melhor aproveitamento de suas potencialidades, melhorando seu processo de aprendizagem e facilitando a sua inclusão nas classes comuns.

FONTE: 
BLOG EDUCAÇÃO
http://blog.educacao.mg.gov.br/?p=13646

Nenhum comentário:

Postagens populares